O ano de 2020 está totalmente diferente do costume nas salas de aula do mundo inteiro. Crianças e estudantes se viram surpresos com a mudança de rotina obrigatória no processo ensino-aprendizagem a partir das aulas online, em razão da fatídica e trágica pandemia do novo Coronavírus, gerador da doença Covid-19, que ainda assola diversos países. As restrições de contenção a novos contágios devem ser mantidas e as aulas presenciais em Lages e na Serra Catarinense nas esferas públicas municipal e estadual continuam suspensas, como medida de precaução e proteção à saúde de todos os alunos. Contudo, a expectativa é de que em 2021 a vida tome sua normalidade gradativamente, na medida do possível.

O calendário letivo de 2021 em Lages já está encaminhado para análise pelo Conselho Municipal de Educação, documento em que consta o retorno das atividades em 2 de fevereiro de 2021 para os profissionais e dia 4 de fevereiro de 2021 para crianças (educação infantil) e estudantes (grupo do qual fazem parte as crianças, pré-adolescentes e adolescentes pertinentes ao ensino fundamental e adolescentes e adultos do ensino médio).

Esta proposição aguarda a autorização do Conselho Municipal de Educação. A proposta foi entregue à presidência do Conselho. A Secretaria da Educação acredita que haja liberação na próxima semana.

A Secretaria Municipal da Educação, estabeleceu e anuncia à população informações sobre o período de rematrículas e matrículas dos 16 mil alunos do sistema municipal de educação. As rematrículas de alunos deverão respeitar o período de efetuação na data de 16 a 19 de novembro. Em decorrência da pandemia, as rematrículas serão realizadas automaticamente para crianças e estudantes do sistema municipal de educação. No dia 20 de novembro haverá disponibilização de cartazes nas próprias unidades escolares contendo a turma ou turmas cujas vagas estejam existentes e sua respectiva quantidade, para finalidade de matrículas de novas crianças e estudantes.

A partir de 30 de novembro as matrículas novas serão realizadas nas unidades de ensino e deverão acontecer nos turnos matutino e vespertino e enquanto houver vagas, lembrando que existirá uma lista de espera para interessados em deixar seu nome registrado. As pessoas têm até dia 14 de dezembro deste ano para procurar a unidade de ensino de interesse, pois nesta data será encerrado o ano letivo de 2020. Conforme orientação da Secretaria da Educação, a matrícula deve ser efetuada por uma pessoa legalmente responsável pela criança e/ou estudante.

A documentação necessária é composta pelos seguintes itens:

Certidão de nascimento da criança/estudante; Carteira de identidade (se houver); Cadastro de Pessoa Física (CPF); Carteira de vacina; Comprovante de residência; Carteira de identidade e CPF de pais e/ou responsáveis ; Histórico escolar para estudantes novos, e Atestado de frequência em caso de transferência

Recomendações sanitárias

As pessoas deverão utilizar máscara de proteção facial em todos os locais e seus ambientes, durante todo o tempo. A unidade escolar disponibilizará álcool gel em concentração 70% para desinfecção das mãos. Deverá ser mantido o distanciamento social de no mínimo 1,5 metros entre as pessoas.

No mapa da matriz de risco potencial da Covid-19, a Serra Catarinense está classificada em risco potencial grave, representado pela cor laranja, de acordo com a atualização da avaliação epidemiológica evidenciada. Para a secretária municipal da Educação, Ivana Michaltchuk, não há possibilidade de ser a hora de relaxar os hábitos de higienização e preservação individual e coletiva, tampouco a vigilância para evitar a elevação do grau de transmissibilidade e o consequente aumento de casos. “A vida e a saúde das crianças devem ser amparadas, assim como a de seus familiares, pois crianças nas escolas seria um risco de serem vetores do vírus dentro de casa. Nossos professores estão cumprindo seu papel de forma exemplar e dedicando tempo e carinho aos seus alunos nesta fase delicada de precaução. Contamos com a colaboração da comunidade durante o período de matrículas, reivindicando comportamentos plausíveis de resguardo da saúde e estamos esperançosos de que em 2021 o cotidiano seja de maior tranquilidade e os conhecimentos possam ser compartilhados e absorvidos da melhor forma”.

Volta das aulas na rede particular

Lages está concluindo o Plano de Contingência a respeito da retomada das aulas presenciais da rede privada de ensino para ainda em 2020, encaminhado da Gerência Regional de Educação com algumas correções, e o documento deverá ser entregue ainda nesta quinta-feira (12 de novembro). O Plano de Contingência poderá ser aprovado já nesta sexta-feira (13 de novembro) e tem como finalidade a liberação das aulas presenciais nas instituições de ensino particulares.

Site Prefeitura de Lages