Qual sua avaliação a frente da CDL Lages durante estes 3 anos.

  É um desafio bastante grande. Participei durante 7 anos antes de me tornar Presidente desta importante entidade. A CDL está à frente de diversas ações, em prol do comércio da cidade e de uma forma geral das ações que acontecem na comunidade junto ao poder Público Municipal. Fazer parte foi mais que uma faculdade, foi um aprendizado com várias conquistas para os associados durante estes 3 anos de gestão.

Quais foram os principais desafios perante a pandemia?

 Esse ano foi atípico, ninguém esperava algo dessa magnitude. Enquanto presidente da CDL, foi um desafio ainda maior liderar um processo nunca visto. Ao meu ponto de vista, conseguimos liderar por meio das parcerias. Por isso é importante ter parceria em uma instituição forte, onde tudo foi dialogado e criado como uma força tarefa intensiva. Foram diversas reuniões com o Prefeito, Polícia Militar, Vigilância Sanitária e todos os outros órgãos responsáveis pelo controle da disseminação do coronavírus. E mesmo com tudo acontecendo, tivemos conquistas. Conseguimos antecipar a abertura do comércio quando houve o “lookdown”, ampliamos os horários com todos os cuidados possíveis, também fizemos orientações massivas para todos os associados desde o início da pandemia, para que eles fizessem as adequações corretas e necessárias para o bom atendimento ao consumidor.  E o maior desafio, certamente foi quando houve o fechamento por 28 dias do comércio. Tivemos reuniões diárias para tentar amenizar ao máximo o impacto financeiro junto aos nossos associados.

Quais as perspectivas para o comércio local?

  Acredito que será um bom fim de ano. As expectativas favoráveis com o auxílio emergencial e mais 13º salário, fatores que podem ajudar a recuperar as vendas não realizadas durante o ano.

Sobre o Natal, a perspectiva é a melhor possível, claro que ainda estamos presenciando o momento de pandemia, exigindo muito cuidado para não haver aglomerações. A questão da vacina reflete muito nas vendas e movimentação do comércio.

 

Principais realizações?

Em 2018 assumi como Presidente em exercício, neste ano a entidade completou 50 anos.

Durante a minha gestão trabalhamos na Aproximação com os Associados através da Rodada de Negócios; Participação ativa na reformulação do Plano Diretor da Cidade; Continuidade no projeto da revitalização do Centro Lages; Participação ativa no Órion Parque, dentro do conselho administrativo; Fortalecimento do  Festival de Inverno Serra Catarina e Festival gastronômico Sabores Lages; Apoio ao Crensa e demais instituições sociais;  Retorno da Gestão de Pessoas e Empregos: serviço da CDL Lages;  Aproximação com a imprensa lageana, promovendo palestras e o  Happy News; Cursos para qualificação dos empresários e Colaboradores; Campanhas  para movimentar o comércio aos associados, como a Páscoa (baseada na campanha natal premiado); Parcerias formada com empresas para ofertar serviços aos associados (Plano de saúde); acompanhamento às obras do Mercado Público e revitalização do centro de Lages; Apoio ao projeto Novos Tropeiros; Aproximação junto ao Poder Executivo e Legislativo; À frente na comissão do COVID, tratativas para a permanência do comércio ativo, evitando o lockdown com ações; Campanha de Valorização do Comércio;  Lançamento do Aplicativo O Delivery; Criação das  Câmaras da Gastronomia, Decoração e Turismo com apoio às ações;  Atualização  do estatuto da entidade; Reforma da Estrutura da CDL; Implantação do Estacionamento Rotativo.

Qual a participação e atuação na revitalização do Mercado Público e a implantação da área Azul em Lages?

 A CDL teve uma participação bastante importante na revitalização do centro de Lages. Agora estamos vendo as obras serem concluídas contemplando o Calçadão Túlio Fiúza, Praça Nereu Ramos, Praça João Ribeiro, Rua Coronel Córdova, parte da Rua Correia Pinto. Isso tudo faz parte de um projeto que iniciou dentro da CDL a quase 10 anos atrás.

O Mercado Público é um divisor de água, principalmente no setor do turismo e dos produtos locais e regionais, será importantíssimo nesse processo. Acreditamos que até meados de 2021 esteja em funcionamento.

Sobre a Área Azul, o estacionamento rotativo é muito importante para o comércio central. Acreditamos que irá trazer mais movimento mediante a rotatividade dos veículos.  A CDL está acompanhando através do dialogo constante com os responsáveis pela implantação do sistema.

 Foto_Gugu Garcia