Há correntes centenárias que estão trabalhando a todo vapor, operantes.

É o resultado do elo entre a manutenção e o exercício constante em sua atividade.
Tudo na vida faz parte de uma corrente, e cabe a nós entender a responsabilidade de cada elo na corrente.
O ser humano pode ser comparado a uma corrente.
Quando ele forma elo com outros elos tem maior força, mas quando perde a motivação e entra em estagnação,
se enferruja, e vai se deteriorando com o tempo. ( Luiz Antonio Pharol)