A promulgação em 2018 da lei 4280 instituiu em Lages o “Agosto Laranja” e o inseriu no Calendário Oficial de Eventos do Município. Advindo do projeto de lei 061/18, de autoria do vereador Bruno Hartmann, a proposta visa conscientizar a população lageana para maior conscientização coletiva e prevenção às deficiências. De 21 a 28 deste mês é celebrada a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, sendo que o dia nacional é comemorado em 22 de agosto.

A pessoa com deficiência necessita de adaptações e/ou auxílio para conseguir realizar funções ditas “normais” do nosso dia-a-dia, seja para se alimentar, se locomover ou acessar os aparatos públicos municipais. Por isso, é importante que o Poder Público se oriente para que cada ação seja pensada de maneira universal e adequada para todos os nossos cidadãos e cidadãs.

Dados da Organização Municipal de Saúde (OMS) apontam que um bilhão de pessoas possuem alguma deficiência e que 70% destas poderiam ter sido evitadas com a devida prevenção e o prévio conhecimento da sociedade a respeito do tema.

Algumas das causas de deficiências são hereditárias ou congênitas e resultam de fatores como a falta de assistência à gestão ou ao parto da mulher; desnutrição da gestante ou infantil; falta de saneamento básico e de educação sanitária; contágio por doenças sexualmente transmissíveis que são repassadas ao feto e outras como rubéola, meningite, sarampo, zika vírus, por exemplo.

Doenças e eventos crônicos como hipertensão arterial, diabetes, infarto, Acidente Vascular Cerebral (AVC) também resultam em deficiências, assim como traumas e lesões provocadas em acidentes pela falta de cuidado com o veículo, perícia ou pela imprudência de condutores, sobretudo no trânsito.

 


Everton Gregório – Jornalista

Comunicação – Câmara de Lages