O Procon de Florianópolis fechou duas agências bancárias na manhã desta segunda-feira no Centro de Florianópolis. Clientes que procuraram o Itaú na rua Tenente Silveira e o HSBC na Felipe Schimdt encontraram as portas lacradas. Segundo o órgão de proteção ao consumidor, as agências desrespeitaram a lei municipal 699/2002, que prevê o atendimento em, no máximo, 20 minutos. As agências ficarão fechadas por 24 horas. — Nesse período, os bancos precisam apresentar as melhorias para evitar novas infrações. Após a reabertura, serão monitoradas por 30 dias. Caso cometam novas infrações nesse período, correm o risco de perder o alvará de funcionamento — explicou Thiago Silva, diretor do Procon. As duas instituições também precisam pagar multas pelo descumprimento da lei. O órgão autuou o HSBC em R$ 77 mil e o Itaú em R$ 58 mil. O valor mostra o número de infrações cometidas. A lei prevê multa de R$ 1 mil para cada infração da agência. Fechamento em 2011 Em fevereiro de 2011, o Procon da Capital fechou, pela primeira vez, uma agência bancária por não cumprimento da lei 699/2002. O Banco do Brasil da rua Nereu Ramos, também no Centro, foi fechado por 48 horas. Informações DIÁRIO CATARINENSE