O município de Cerro Negro, no meio oeste catarinense, já começa a investir os primeiros repasses a título de compensação social, da Usina Hidrelétrica Garibaldi. Duas parcelas já foram entregues pela Rio Canoas Energia S.A., concessionária do empreendimento, totalizando R$ 310 mil. Com os repasses, o prefeito Janerson Furtado (Teba) adquiriu, na última semana, um trator no valor de R$ 79 mil, e um ônibus escolar no valor de R$ 196 mil, para atender cerca de 40 crianças das comunidades Raithz, São Roque e São José, no interior do município. De acordo com o prefeito as próximas parcelas de compensação poderão ser utilizadas para melhorar ainda mais o interior de Cerro Negro. “Pretendemos adquirir ainda um trator, um ônibus, construir duas creches, reformar os núcleos comunitários e melhorar as estradas e acessos às comunidades”, avaliou. O professor da rede municipal de educação de Cerro Negro, Gelson Correia Mocelin, é pai de um dos alunos beneficiados pelo novo transporte escolar. “O ônibus vai percorrer um trajeto de 40 km, que agora vai ser mais seguro para os alunos e, com certeza, mais tranquilo para os pais das crianças”, acredita. A compensação social prevê investimentos nos cinco municípios da área de abrangência do empreendimento - Abdon Batista, onde está localizado o canteiro de obras, receberá no total, o montante de R$ 3,6 milhões, enquanto Cerro Negro, Vargem, Campo Belo do Sul e São José do Cerrito receberão cada um, 1,8 milhão. A compensação representa uma contrapartida à implantação da Usina Hidrelétrica Garibaldi e é destinada a apoiar o poder público na melhoria das infraestruturas de educação, saúde, segurança pública, habitação, saneamento básico, dentre outras áreas conforme a necessidade de cada município. Até o momento, já foram repassados aproximadamente R$ 1,2 milhões em compensação social entre os municípios de Abdon Batista e Cerro Negro.   Informações Prefeitura Municipal de Cerro Negro