O presidente da Câmara de Lages, Gerson Omar dos Santos (PSD), apresentou aos demais vereadores a prestação de contas em reunião na tarde desta quinta-feira (15) no plenário da Casa. Os dados mostram uma economia total no valor de R$ 379.561,71 desde o início da atual legislatura. O valor economizado será devolvido ao Poder Executivo Municipal, mas a Câmara, através da Mesa Diretora e em comum acordo entre todos os vereadores, sugeriu que R$ 280 mil sejam destinados ao Hospital Seara do Bem.

Em forma de gráficos foi apresentado um comparativo entre receitas e gastos. Levando-se em conta que algumas despesas são referentes a débitos do ano de 2020, vários itens foram responsáveis pela diminuição do custo do Legislativo como revisão de estoque de produtos diversos, material de expediente, informática e tecnologia.

Constitucionalmente o Poder Legislativo de Lages tem direito a receber o repasse no valor de até 6% da arrecadação do município, aproximadamente R$ 17 milhões no ano. Segundo o diretor-geral Robert Santana, “houve uma redução na previsão orçamentária para 4,5%, foi recebido 3,4% e a meta dos gastos é chegar a 3%, cerca de R$ 750 mil mensais.

“Com o esforço de todos, com planejamento, gestão, transparência e respeito ao dinheiro público, conseguimos economizar mais de 300 mil reais em três meses. Não é orçamento, é dinheiro em caixa”, disse Gerson, que ressaltou a sugestão feita ao Executivo de que parte do valor seja repassado ao Hospital Seara do Bem. “Isso se justifica pelo fato de que um novo centro de triagem da Covid-19 será instalado junto à UPA e, com isso, as crianças voltarão a ser atendidas no HISB. Com esses valores serão pagos profissionais médicos, enfermeiros, radiologistas. Estamos fazendo a nossa parte, isso vai ajudar e é nossa obrigação”, finalizou o presidente.